Precisa da nova versÃo do Adobe Flash.

Get Adobe Flash player

Frase da semana: Todo inicio de semana é um recomeço! Desejo que seja o melhor sempre!
Educação|Informação
Postado em: 16/01/2014 às 23h17 e Atualizada em: 16/01/2014 às 23h17
Beneficiários do Bolsa Família devem comunicar mudança de escola dos filhos

Famílias cujos filhos tenham mudado de escola em 2014 devem procurar o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) ou o setor responsável pelo Bolsa Família no município. Registro da alteração permite acompanhamento da frequência escolar

Brasília, 15 – Com o início do ano letivo, as famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família com filhos entre 6 e 17 anos que irão trocar de escola em 2014 devem comunicar a mudança ao setor responsável pelo programa no seu município, que pode ser o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) mais próximo ou a prefeitura. A comunicação dessas alterações é fundamental para que o acompanhamento da frequência escolar seja feito corretamente e, consequentemente, para a manutenção do benefício. 

“Quando um aluno muda de escola e essa mudança não é registrada no Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal, o governo não consegue fazer acompanhamento da frequência escolar e não é possível saber se o estudante cumpre ou não a condicionalidade de educação”, explica o coordenador-geral de Acompanhamento de Condicionalidades do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Marcos Maia. 

Manter os filhos matriculados e frequentando as aulas é um dos compromissos que os beneficiários assumem ao serem incluídos no Programa Bolsa Família. A frequência escolar mínima é de 85%, para estudantes de 6 a 15 anos, e de 75%, para adolescentes de 16 e 17 anos. Na área da saúde, é exigida a realização de consultas de pré-natal pelas gestantes e a vacinação das crianças de 0 a 6 anos. 

Segundo Marcos Maia, é importante que o beneficiário, ao comunicar a mudança de escola do filho no Cras, solicite que a informação seja repassada também para a área de educação da prefeitura. No último bimestre letivo de 2013, 92,25% dos estudantes beneficiários do Bolsa Família tiveram sua frequência escolar registrada no sistema informatizado do Ministério da Educação (MEC). Isso representa 16,1 milhões de estudantes acompanhados, dos quais 96% (15,4 milhões) cumpriram a frequência escolar exigida pelo programa. 





Compartilhar nas Redes Sociais
Comentar em Beneficiários do Bolsa Família devem comunicar mudança de escola dos filhos
Adicionar novo comentário





ultimos comentários em


Outras Notícias sobre
29/08/2014
Paulinho de Tixa é condenado a mais de três anos de prisão pelo MP
29/08/2014
Pibatef realiza Conferência de Casais
29/08/2014
Desaposentação também é direito para servidores públicos
© Copyright 2010 / 2014. portaldoextremosul.com | Todos os direitos reservados.