Precisa da nova versÃo do Adobe Flash.

Get Adobe Flash player

Frase da semana: Todo inicio de semana é um recomeço! Desejo que seja o melhor sempre!
Informação
Postado em: 15/12/2013 às 19h47 e Atualizada em: 15/12/2013 às 19h47
Cadela amamenta dois filhotes de tatu recém-nascidos no Paraná

Mãe de filhotes foi atropelada por um trator em uma plantação de cana.
Animal adotou tatus após desenvolver gravidez psicológica em Guaporema.

 

Uma cena curiosa está chamando a atenção de moradores de Guaporema, no noroeste do Paraná. Na cidade com pouco mais de dois mil habitantes, uma cadela está amamentando dois filhotes de tatu há um mês.  De acordo com a dona da cachorra, a cena é ainda mais inusitada, pois a cadela está tendo leite mesmo sem nunca ter engravidado.

Os dois tatus foram levados para a casa de Ortência Regina Alves depois que a mãe dos filhotes foi atropelada por um trator em uma lavoura de cana-de-açúcar. O marido de Ortência trabalhava na hora do acidente e decidiu levar os animais para casa para eles não passarem fome. Os visitantes despertaram o interesse da cadela da família, chamada de Faísca, que não quis mais ficar longe dos tatus. “A reação dela foi instintiva. A Faísca viu o meu marido dando leite para os filhotinhos e, de repente, deitou no chão como se quisesse amamentá-los”, lembra a dona de casa. “Foi então que o meu marido colocou os filhotinhos perto dela, e começaram a sugar o leite direto das tetas dela”, conta.

 

Por conta da diferença de espécies, a família decidiu devolver os filhotes de tatu para o local onde foram encontrados. Mas, tiveram que voltar atrás da decisão por causa da Faísca. “Um dia depois de termos levado os filhotes, a cachorra ficou muito doente. Levei ela em um veterinário, comprei remédio, troquei de ração e nada de ela melhorar. Somente depois que buscamos os tatuzinhos e deixamos eles na cama dela é que ela melhorou”, diz. Ainda segundo Ortência, o veterinário que atendeu a cachorra ficou impressionado porque, mesmo sem ter dado cria, a cadela tinha leite.

Pseudogravidez
Conforme o veterinário Maicon Puertas Sorrilha da Silva, Faísca desenvolveu uma pseudogravidez, ou seja, uma gravidez falsa no período que ela estava fértil. “Há uns 70 dias a cadela entrou no cio e com a presença dos filhotes teve uma falsa gestação, desenvolvendo todos os sintomas normais de gravidez, até produzir leite”, explica. “Nessas situações, isso é bem comum de acontecer”, acrescenta o veterinário.

Os tatuzinhos chamados de Pancho e Panda são bem parecidos com a mãe adotiva, conforme Ortência. “Eles estão parecendo uns cachorrinhos agora. Pelo menos estão tendo as mesmas atitudes. Quando eu ou o meu marido chegamos em casa, eles vem correndo cheirar, lamber os nossos pés”, diverte-se. “E claro que todas as ações são vigiadas de perto pela mãe que não deixa ninguém chegar perto deles”.

A família sabe que não poderá manter por muito tempo os animais silvestres em casa, mas acredita que nenhum órgão ambiental vai tirá-los da casa sabendo que eles são bem tratados. “Se eles acharem que há um lugar melhor, onde eles não vão passar fome, a gente não vai ter o que fazer. Mas, se não fosse a gente os filhotinhos teriam morrido de fome”, finaliza.

Vídeo;

http://www.youtube.com/watch?v=yq4mff9VaXU

 

 G1.





Compartilhar nas Redes Sociais
Comentar em Cadela amamenta dois filhotes de tatu recém-nascidos no Paraná
Adicionar novo comentário





ultimos comentários em


Outras Notícias sobre Informação
29/08/2014
Pibatef realiza Conferência de Casais
29/08/2014
Desaposentação também é direito para servidores públicos
27/08/2014
57 novas vagas de emprego do (SINEBAHIA) em Teixeira de Freitas
© Copyright 2010 / 2014. portaldoextremosul.com | Todos os direitos reservados.